Museu do Amanhã estréia exposição sobre Santos Dumont

SantosDumont2Há 110 anos, o brasileiro Alberto Santos Dumont conseguiu realizar o sonho da humanidade de voar com um equipamento mais pesado que o ar. O feito foi realizado em outubro de 1906, a bordo de uma engenhoca construída com seda, bambu, madeira e algumas peças de metal, batizada de 14-bis — a primeira aeronave da História.

Para celebrar o aniversário do feito histórico de Santos Dumont, o Museu do Amanhã, localizado na Zona Portuária do Rio de Janeiro, recebe a partir de terça feira (26/04) a exposição “O Poeta Voador — Santos Dumont“, que oferecerá ao visitante não apenas detalhes da trajetória do inventor, como também a oportunidade de experimentar um voo virtual pela Paris e pelo Rio de Janeiro do início do século XX, a bordo de uma réplica em tamanho real do avião Demoiselle, construído após o 14-bis e que é considerado a síntese de todos os projetos de Santos Dumont.

A exposição é dividida em cinco ambientes.  Logo na entrada do museu, o visitante  irá se deparar com uma réplica do famoso 14-bis. Na sala principal, protótipos dos sete modelos criados por Santos Dumont – do balão Brasil ao avião Demoiselle – mostram a evolução da tecnologia desenvolvida pelo inventor. Um documentário sobre a trajetória de Santos Dumont ocupa a sala Cinema, enquanto na Sala dos Balões um filme passeia pelas invenções que inspiraram o poeta e a evolução do sonho de voar, desde os desenhos de Leonardo Da Vinci.  Já na sala da oficina de aviões, vídeos mostram informações pouco conhecidas sobre o funcionamento das aeronaves. Há ainda um ambiente com painéis fotográficos e uma vitrine com invenções que fogem do mundo da aeronáutica, como as criadas por Santos Dumont para tornar sua casa em Petrópolis mais confortável.

Santos Dumont replica_demoseile-min

Réplica do Demoiselle no Museu do Amanhã


De família rica, Santos Dumont não precisava ganhar dinheiro para se manter e continuar com seus inventos. Em junho de 1910, ele doou a patente de sua obra prima, o  Demoiselle nº 20, publicando o projeto detalhado na revista “Popular Mechanics”, com o objetivo de  encorajar a aviação.

O objetivo da mostra é destacar Santos Dumont como um jovem empreendedor adepto de conceitos ainda hoje atuais e apresentar a capacidade do inventor brasileiro, um visionário que se dedicou à ciência e à tecnologia inspirado pela arte.

A exposição “O Poeta Voador — Santos Dumont” é uma realização da Fundação Roberto Marinho e  fica em cartaz no Museu do Amanhã até o dia 30 de outubro de 2016, com visitação terça, das 11h às 17 hs e de quarta à domingo, das 10h às 17h. A entrada custa R$10.

Separamos ainda, para quem quiser exibir seus dotes artísticos, um modelo para montar do 14-bis. Basta clicar AQUI para fazer o download, imprimir e montar!



Deixe seu comentário:

Compartilhe: