RESENHA | O Sol é Para Todos, de Harper Lee

Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça. ‘O Sol é Para Todos’, com seu texto “forte, melodramático, sutil, cômico” (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações.

O Sol é a para todosO Sol é Para Todos é considerado um dos grandes clássicos da literatura, e não é para menos. Com uma escrita leve e agradável, Harper Lee consegue construir uma história densa e completamente crítica sobre temas tão atuais hoje quanto eram em 1960. Nos olhos de Jean Louise “Scout” Finch, uma menina de 8 anos, a história gira em torno de o julgamento de um homem negro que seu pai, Atticus, é incumbido de defender perante a justiça, além de casos comuns vividos na vida da menina, como ir para a escola pela primeira vez, uma paixão de infância e um misterioso vizinho, sobre o qual existem histórias assustadoras.

Honestamente, a sinopse do livro não faz jus ao conteúdo que ele apresenta.  A história é simplesmente linda e tão rica em detalhes que você consegue se ver em 1930. Com uma leveza inacreditável, Harper Lee aborta temas como o racismo, a intolerância, gênero, o descobrimento do mundo em que vivem e a perda da Inocência dos seus doces personagens de um modo tão sutil e agradável que você simplesmente se deixa flutuar por suas palavras. Scout é uma criança com a visão mais pura do mundo a sua volta, que é modificada e reavaliada a cada dia e nova experiencia, já Atticus é a personificação da justiça e a razão em um homem, uma pessoa em quem se inspirar. O livro é simplesmente uma obra-prima, tão deliciosa de se apreciar, que você lentamente e gradativamente se apaixona por ele, a cada palavra que lê.

O Sol é Para Todos, lançado em 1960, é o primeiro romance da autora americana Harper Lee. Foi escolhido pelo Library Journal como o melhor romance do século XX, além de ser o vencedor do Prêmio Pulitzer, um prémio de excelência em trabalhos nas áreas de Literatura, Jornalismo e Composição musical.

Em 2015 a autora lançou seu segundo romance, a controversa sequência de O Sol é Para Todos,  Vá, Coloque um Vigia. Mas isso é papo para outra resenha!

Por Cici Novais

 

Ficha Técnica

Título Original: To Kill a Mockingbird
Ano: 
2015 (reedição)
Páginas:
364
Tradução: Beatriz Horta
Editora: José Olympio



Deixe seu comentário:

Compartilhe: